SOCIEDADE DE DEBATES POTIGUAR

DESDE 2013, DISSEMINANDO A CULTURA DO DEBATE

O QUE NÓS FAZEMOS:

A Sociedade de Debates Potiguar (SDP) atua, no presente momento, em várias frentes, exemplifiquem-se os debates treinos, as oficinas de oratória, os torneios anuais e as atuações em ensino médio.

saulo4

Debates Treino

O Debate Treino (DT) ocorre toda terça-feira, às 15:30, objetivando preparar os debatedores não somente para as competições, mas também para a vida. Além disso, apresenta uma formação preparatória, cujo intuito é ajudar no desenvolvimento da argumentação.

oficina

Oficinas de Oratória

A Oficina de Oratória ocorre uma vez por mês, no sábado pela manhã, e tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento de suas habilidades interpessoais e táticas de comunicação, tanto para o cotidiano, quanto para o mercado de trabalho.

Torneio Anual

O Campeonato Anual é o maior evento realizado pela Sociedade de Debates Potiguar (SDP), contando com diversas duplas. Existem três etapas básicas nesse evento, sendo elas: a Primeira Fase, a Semifinal e a Grande Final.

Atuações no Ensino Médio

As Atuações em Escolas de Ensino Médio visam o desenvolvimento da argumentação, da retórica e da oratória entre os alunos que estão prestes a adentrar no ambiente universitário.

Por que debater?

O debate é uma atividade imprescindível para a vida em sociedade, permitindo-nos a troca de ideias, o confronto entre pontos de vista diversos e a reflexão acerca de uma situação.

Assim sendo, a partir do momento em que isso ocorre, consequentemente, novos conhecimentos são construídos, bem como aprende-se a desenvolver a retórica, a argumentação e a oratória.  

Soma-se a isso a evolução notável nos campos de raciocínio lógico e senso crítico, os quais são aperfeiçoados, de maneira progressiva, com a constante discussão entre os debatedores.

GESTÃO:

Membros (2019):

Arthur Coelho Cruz;

Arthur Victor de Lima Paiva;

Daniel Lucas Mendonça Bezerra;

Davi Campos da Cruz Vieira;

Fernando Matheus Fernandes;

Ingrid Altino de Oliveira;

Isac Levy Arcanjo Andrade;

Juan Lucas de Oliveira Melo (Presidente – Gestão 2020);

Louise Serrano Bezerra;

Lurã Azevedo de Oliveira;

Maria Amanda de Freitas Morais;

Maria Eduarda Nôga Gracza Rocha;

Natália Pereira Lucas (Presidenta – Gestão 2019);

Nathanael Isaac de Oliveira Fernandes;

Pedro Antônio Juventino de Carvalho da Silva;

Saulo José de Sena Silva;

Thales Bruno da Silva Oliveira;

Vitória Júlia Azevedo Cavalcante;

Yan Wilmington Braga Mendonça.

Banco de Moções:

1- EC lamenta a publicidade feita por cursinhos preparatórios e escolas (públicas ou privadas) em torno dos primeiros colocados em seleções de ingresso em instituições de ensino.

2- EC Proibiria as fontes de mídia de tomar posições institucionais sobre a inocência ou a culpa de pessoas que foram acusadas de um crime, mas ainda não condenadas ou absolvidas.

3 – Moção: ECA que a Amazônia deveria ser Território Internacional.

Info Slide: Território Internacional é aquele que interessa a mais de um Estado. O controle desse território é dividido entre a comunidade internacional, mesmo que em alguns casos estes espaços estejam sujeitos à soberania de um Estado.

4 – Moção: Onde recursos são significativamente escassos, ECA que os Estados deveriam promover ativamente a religião em áreas de grande pobreza.

5 – ECA que a depredação do patrimônio público é um meio legítimo de manifestação popular.

6 – Moção: EC lamenta a compra e venda de serviços emocionais.

Info Slide: Provedores de serviço emocional são pagos para prover intimidade emocional similar a membros da família, amigos e parceiros românticos. Obs.: esses serviços não são de natureza sexual.

7 – EC repudia a criação do “Palco Favela” no Rock in Rio.

Info Slide: O Rock in Rio é um dos festivais musicais mais famosos do mundo e acontece no Rio de Janeiro. Em 2019, foi inaugurado o “Palco Favela”, que foi construído em formato de uma favela, onde só se apresentam artistas da periferia.

8 – EC jamais financiaria ou apoiaria grupos rebeldes em solo estrangeiro como tática de guerra.

9 – ECA que os Estados Democráticos devem fornecer assistência oficial ao desenvolvimento, apenas, a países democráticos.

10 – ECA que o feminismo é incompatível com o cristianismo.

11 – ECA que o governo brasileiro deveria investir no funk para a construção da imagem nacional.

12 – Moção: EC, no lugar da esquerda brasileira, priorizaria a “Política da Diligência” ao invés da “Política de Resistência”.

Info slide: “Política da Diligência” foca em ações construtivas, como propor políticas públicas e trabalhar em ONGs. “Política da Resistência” foca em contestatórias, com o objetivo de realizar protestos e tecer críticas ao governo.

NOSSOS PARCEIROS:

ALGUNS NÚMEROS:

1
Debates Treino
1
Oficinas de Oratória
1
Atuações em Escolas
1
Torneios
1
Membros e Ex-membros

ONDE ESTAMOS:

A Sociedade de Debates Potiguar é integralmente conectada às redes tecno-informacionais. Em todas estas plataformas, estamos disponíveis para sanar possíveis dúvidas e informar-lhes sobre nossas programações.

Contatos

Apoie-nos!

A Sociedade de Debates Potiguar tem como objetivo principal a expansão da cultura de debates no Brasil, sobretudo, no Rio Grande do Norte. Por isso, agradecemos aos nossos atuais colaboradores e listamos alguns motivos para aqueles que também gostariam de nos apoiar:

  • Incentivo à expansão da cultura de debates no Rio Grande do Norte;
  • Reconhecimento e visibilidade da sua marca;
  • Relacionamento com potenciais clientes.
“A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso.”
Joseph Joubert